Um ano após massacre, superlotação em presídio de Natal só piorou | SBT Brasil (13/01/18)

No dia 14 de janeiro de 2017, a penitenciária de Alcaçuz, na região metropolitana de Natal, foi cenário de uma das maiores rebeliões da história do país. Com capacidade para 620 detentos, o complexo abrigava mais de mil presos quando ocorreu o massacre. Após um boato, apenados de uma facção invadiram o pavilhão onde ficavam os rivais e o confronto terminou com 26 decapitados, segundo a polícia. Um ano depois, a superlotação é ainda mais crítica, mas o secretário de Justiça garante que a situação está sob controle.

You may also like...